domingo, 10 de junho de 2007

Projeto Galiléia: solidariedade adolescente


Na manhã de sábado, o projeto Galiléia revelou o potencial adolescente para a solidariedade e o trabalho em favor da sociedade. Iniciado no ano passado, entre estudantes do Unasp, campus Engenheiro Coelho, o projeto de atuação social tem o objetivo de levar alegria e ajuda a asilos, orfanatos e comunidades carentes.

O idealizador da iniciativa é o adolescente Helder Camacho, de 17 anos. “Conversando com um grupo de amigos, vimos que havia muito mais para fazer no sábado à tarde do que ficar dormindo”, contou. Ele explicou que o nome do projeto é uma referência à realidade da Palestina: “Lá, o Mar da Galiléia é vivo, cheio de peixes, bem diferente do Mar Morto, não muito distante. Nós queremos compartilhar a vida em um mundo que está morrendo.”

O projeto começou pequeno, com apenas 10 amigos comprometidos em fazer o bem. Hoje, mais de 100 pessoas fazem parte dessa iniciativa nas Igrejas do Unasp de Engenheiro Coelho e São Paulo, e também na Igreja da Casa Verde, em São Paulo. Depois da apresentação do projeto, líderes de adolescentes foram desafiados a reproduzir a iniciativa em suas igrejas. Mais de 20 deles aceitaram o chamado para estender a mão ao próximo, compartilhando o amor de Deus na prática.

“Meu sonho é espalhar esse projeto para todo o mundo. Foi ótimo para a minha vida espiritual”, afirmou Helder.

Nenhum comentário: